• Marketing Innefro

O DIABETES E A DOENÇA RENAL.


O Diabetes Mellitus, conjunto variado de doenças que se configuram por aumento da glicose no sangue, é uma das maiores causas de doença renal com necessidade de diálise. Tal doença tem atingido proporções alarmantes, em virtude do aumento paralelo da obesidade, do envelhecimento populacional e dos avanços terapêuticos. É responsável por consideráveis aumentos no risco de um adulto desenvolver insuficiência renal crônica. Aproximadamente 25% das pessoas com diabetes tipo I e 5 a 10% dos portadores de diabetes tipo II desenvolve insuficiência nos rins.


Qualquer pessoa com diabetes (tipo I ou II) corre o risco de desenvolver doença renal. A nefropatia diabética se manifesta após vários anos depois de o paciente contrair diabetes. A doença nos rins não apresenta sintomas precoces. Além de invisível, o processo de danificação dos rins é irreversível e pode progredir até converter-se em insuficiência renal crônica terminal.


O diagnóstico da doença não é complexo. O diabetes pode ser detectado por meio de testes simples que pesquisam a presença de açúcar na urina ou que avaliam a quantidade desta substância no sangue. Contudo, o diagnóstico deve ser comprovado através do exame laboratorial de sangue (glicemia). Tais pacientes precisam ser acompanhados inicialmente pelo médico clínico e, conforme necessário, encaminhados ao médico nefrologista.

53 visualizações0 comentário