• Marketing Innefro

A RELAÇÃO ENTRE A HIPERTENSÃO E AS DOENÇAS RENAIS


A hipertensão arterial e a enfermidade renal estão intimamente relacionadas. Se a pressão elevada não for controlada pode haver dano renal. A hipertensão arterial é uma das principais causas da insuficiência renal no mundo.


Por outro lado, alguns problemas renais podem causar hipertensão arterial. A correção do problema pode eliminar a pressão elevada em alguns casos.


Quais são as causas da hipertensão?


Embora várias enfermidades incluindo doenças dos rins, possam causar pressão alta, em 90% das vezes a causa não é identificável. Estes indivíduos são considerados como portadores de hipertensão primária ou essencial. Alguns têm uma tendência maior para desenvolver hipertensão arterial. Estas seriam: idosos, aqueles com uma história familiar de pressão arterial, indivíduos com excesso de peso, e pessoas da raça negra. Muito sal na alimentação pode também aumentar o risco de se desenvolver a moléstia.


Quais são os problemas renais que causam a hipertensão?


Pode se desenvolver como resultado de uma variedade de enfermidades renais. Algumas delas mais comuns como: glomerulonefrite ou nefrite - enfermidade na qual as unidades filtrantes (glomérulos) tornam-se inflamadas. Esta inflamação (nefrite) pode ser aguda ou crônica; doença policística - uma enfermidade hereditária na qual grandes cistos se desenvolvem nos rins destruindo o tecido renal normal; estenose de artéria renal - neste caso há um estreitamento de uma ou ambas as artérias que levam sangue para os rins.


Além do mais, a insuficiência renal pode causar hipertensão arterial devido à retenção excessiva de sal e líquidos ou causando a liberação de um hormônio produzido no rim, chamado renina.


Algumas destas condições podem ser tratadas com sucesso, eliminando a pressão arterial. Por exemplo: a estenose da artéria renal pode ser corrigida com cirurgia ou por uma técnica denominada angioplastia.


Como a hipertensão lesa os rins?


Pode tornar os vasos sangüíneos dos rins mais espessados e rígidos. Com isto há uma redução da irrigação sanguínea tornando a função renal ineficiente. Portanto, estes órgãos tornam-se incapazes de remover os produtos nocivos do corpo. Há uma retenção de sal, a qual faz com que o organismo armazene líquido. Este acúmulo sobrecarrega o coração, aumenta a pressão arterial e pode traduzir-se sob a forma de edema (inchaço).


A diminuição da irrigação sangüínea dos rins também pode lesar ainda mais o tecido renal, causando uma perda maior da função renal. Eventualmente ocorre uma insuficiência total causando a uremia. Este tipo de lesão ocorre quando a pressão não é controlada.

104 visualizações

RECEBA NOSSAS DICAS EXCLUSIVAS DIRETAMENTE NO SEU CELULAR/E-MAIL:

  • Nefrologia, Hemodiálise e Diálise em
  • Nefrologia, Hemodiálise e Diálise em
Nefrologia, Hemodiálise e Diálise em Pouso Alegre

 ENDEREÇO: Rua Lauro Nunes de Oliveira, 303,

Santa Doroteia, Pouso Alegre - MG, 37.553-632

 

©TODOS OS DIREITOS DESSE SITE SÃO RESERVADOS AO INNEFRO INSTITUTO DE NEFROLOGIA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DO CONTEÚDO DESSE SITE SEM APROVAÇÃO/AUTORIZAÇÃO PRÉVIA É PERMANENTEMENTE PROIBIDA.

O INNEFRO INSTITUTO DE NEFROLOGIA SE RESERVA O DIREITO DE CORRIGIR QUALQUER ERRO GRÁFICO VEICULADO NAS PEÇAS PUBLICITÁRIAS NESSE SITE. IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS.

SITE DESENVOLVIDO POR:

Logo_AgShare_Sau_Negativa.png